Grandes Craques do Futebol #1 – George Best | FUTIRINHAS

Grandes Craques do Futebol #1 – George Best

Hoje começaremos uma outra série no Futirinhas chamada “GRANDES CRAQUES DO FUTEBOL”. Esperamos que vocês gostem, sempre  colocaremos grandes jogadores que fizeram história de alguma maneira no futebol. Seria MUITO clichê (E muito justo) começar com Pelé, o maior de todos os tempos pra dar início a essa série. Mas aqui colocaremos grandes craques de outros países também. E hoje começaremos com um jogador que marcou época pela sua habilidade e genialidade dentro de campo e por inúmeros problemas fora dele.

GEORGE BEST

Nascido na Irlanda no Norte, o jogador estreou pelo Manchester United em 1963, ficando nos Diabos Vermelhos por 11 temporadas. Marcado por sua genialidade em campo e também por suas farras e bebedeiras fora dele. George era visto como astro pela imprensa inglesa, e o próprio dizia: “Eu levei o futebol das páginas internas para as capas de jornais”. O jogador era sempre visto em boates com belas mulheres e andando sempre em carros do último ano. Viciou-se em álcool, mas suas perfomances no campo lhe garantiam a titularidade da equipe de Manchester, onde divida o estrelato com Dennis Law e Bobby Charlton. Apesar de suas brilhantes partidas, o clube não aliviava nas punições por atrasos e bebedeiras do craque. George Best sempre era punido no salário ou ficava algumas partidas afastado da equipe. Mas foram através de seus gols que o Manchester United conquistou a Copa dos Campeões da UEFA em cima do Benfica, em 1968. Fazendo da equipe o primeiro clube inglês a conquistar tal competição.

Acompanhe alguns momentos da carreira e da vida de George Best.

George Best era tão habilidoso, que nos anos 60 foi muito comparado a um grande jogador brasileiro da época, Garrincha. Pela seleção norte-irlandesa, George também era o destaque, tanto que em 1968 conquistou da revista France Football, a Bola de Ouro de melhor jogador europeu. Feito esse, somente conquistado por ele em todos os tempos de futebol na Irlanda.
George fazia muito sucesso com o público feminino que chegou a ganhar o apelido de “5º beatle” tamanho seu sucesso com o público feminino e por ter a aparência do mesmo tipo dos garotos de Liverpool.

A carreira de George Best teve franco declínio a partir de sua saída do Manchester United, em 1974, então com apenas 26 anos. De lá, o jogador jamais conseguiu o mesmo destaque no futebol e perambulou entre times de médio e pequeno porte do futebol inglês, irlandês, escocês e dos Estados Unidos, onde encerrou a carreira definitivamente aos 38 anos. Boêmio confesso, George Best teve no álcool seu principal motivo para morrer em 2005, com apenas 58 anos, com falência múltipla de órgãos. Pelo visto, as comparações com Garrincha não pararam apenas por aí.

Em seu leito de morte, George Best recebeu uma carta que foi assinada da seguinte maneira: “Do segundo maior jogador de todos os tempos, Pelé“, depois disso, George disse: “Este foi o último brinde de minha vida!

Algumas frases de George Best:
– Odeio táticas, elas me aborrecem. O que me importa são meus dribles, chego a sonhar com eles.
– David Beckham não chuta com a esquerda, não sabe cabecear, não sabe driblar e não marca muitos gols; fora isso, ele é bom.
– Em 1969, eu abandonei as mulheres e o álcool. Foram os 20 piores minutos da minha vida.
– Gastei muito dinheiro com bebidas, mulheres e carros. O resto eu desperdicei.

George Best casou-se duas vezes e deixou 4 filhos. No primeiro vídeo desse post, seu filho recebe homenagem da torcida do Manchester United em relação a seu pai.


(A santíssima trindade do Manchester United – Dennis Law, Sir Bobby Charlton e George Best)


Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<