Caiu na Área #17 – 1000 jogos de Rogério Ceni | FUTIRINHAS

Caiu na Área #17 – 1000 jogos de Rogério Ceni

Rogério Ceni, o mito de uma nação

Dia o7 de setembro de 2011, para a maioria, mais um feriado de Proclamação da Independência. Para os são-paulinos, dia de ver Rogério Ceni entrar para a história do futebol brasileiro ao completar 1000 jogos com a camisa do Tricolor em jogo contra o Atlético Mineiro.

O profissional que é o primeiro a chegar aos treinos e último a sair, que por mais de 800 jogos como capitão fez sua preleção motivadora e guiou o time pelo túnel do vestiário até o centro do gramado, o ídolo maior de uma nação apaixonada viu hoje seus fiéis seguidores, em mais de 60 mil vozes, o reverenciarem.

Fato que só comprova a idolatria do MITO. Idolatria essa que pode ser medida também pelo ódio de seus rivais. Talvez por uma vontade de estarem do outro lado, do lado de Rogério Ceni e não ter de se preocupar em tomar mais um gol ou ter um pênalti defendido pelo capitão são-paulino.

Ah, o jogo terminou 2×1 para o São Paulo e fez com que a festa ficasse completa. De quebra o tricolor assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro e jogou a responsabilidade para o Corinthians que joga nesta quinta.

Enfim, hoje o mundo viu a história ser escrita, viu o maior goleiro brasileiro de todos os tempos. Sim, eu acho RC o maior de todos os tempos, entrar para a história mais uma vez. Sortudos somos nós contemporâneos dessa lenda viva, o capitão que tem um zero à esquerda e vários à direita. Rogério Ceni 01, 100, 1000. Eu, como são-paulino, só posso te dizer uma coisa: muito obrigado!

Não se esqueça de seguir o Jean Vieira no Twitter, lá tem mais coisas educativas.

Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<