A média de público dos clubes no Campeonato Brasileiro | FUTIRINHAS

A média de público dos clubes no Campeonato Brasileiro

Via o SENSACIONAL DiBico 

Recentemente divulgamos aqui as melhores médias de público dos times europeus. Agora, decidimos fazer os mesmo no Campeonato Brasileiro para passar um pouco de vergonha.

Veja as médias de público dos times do Campeonato Brasileiro 2012:

 Se você não ficou com vergonha dessa média de públicos do Campeonato Brasileiro, eu tenho vergonha de você.

Tudo bem, pode-se justificar esse público pífio por causa alguns estádios fechados. Principalmente o Maracanã e Mineirão, que já foram responsáveis por 24 das maiores médias anuais de público.

Mesmo assim, um país como o Brasil, que é completamente apaixonado por futebol, que possui quase 200 milhões de habitantes, ter essa média é VERGONHOSO. Repito, VERGONHOSO.

Segundo um estudo da Pluri Consultoria, o Campeonato Brasileiro tem apenas a 13ª melhor média de públicos nos campeonatos nacionais pelo mundo. A melhor de todas é do Campeonato Alemão, que possui média de 45 mil pessoas por jogo e 85% de porcentagem de ocupação. Para se ter uma ideia, ano passado, a nossa média de ocupação nos estádio foi de 44%. Ou seja, menos do que a metade do os alemães.

A nossa média de público é tão ridícula, que estamos atrás do México, dos Estados Unidos e da CHINA. Sim, os chineses vão mais aos estádios do que nós, brasileiros.

Se formos analisar a média de ocupação dos nossos estádios, a coisa fica ainda mais vexamatória:

Vários detalhes devem bem observados desses dados:

1 – Rio de Janeiro. Vocês repararam que não há NENHUM carioca entre os 10 primeiros nessa segunda tabela e somente o Flamengo na primeira? Poisé. Logo os cariocas, que gostam tanto de futebol, fazendo tão feio nas arquibancadas.

O principal motivo disso, sem dúvida nenhuma, é a ausência do Maracanã. O carioca está acostumado a ir ao maior estádio do Brasil e o Engenhão, definitivamente, não entrou na “onda” de flamenguistas, tricolores e botafoguenses.

Mesmo com Fluminense sendo o líder do Brasileirão, a média de público do Tricolor é de 12.322 torcedores por jogo, sendo apenas a 11ª torcida que mais leva torcedor ao estádio.

Outro fato que não há justificativa suficiente é o Vasco levar apenas 8.116 torcedores em média. O alvinegro faz seus jogos em São Januário, levando apenas os mais importantes ao Maracanã. Portanto, a ausência desse estádio não explica o porquê da pouca presença do público.

2 – Nordeste. Como é bom ver times tradicionais do nordeste disputando a Série A. Bahia, Sport e Náutico, mesmo não fazendo grandes campanhas, aparecem no Top 10 das melhores médias do campeonato e no Top 6 das melhores taxas de ocupação dos estádios. É sempre bom ver torcidas apaixonadas enchendo os jogos. Muito melhor do que times de empresários figurando na tabela do Campeonato Brasileiro, como Grêmio Barueri, Ipatinga, entre outros.

 3 – Corinthians. Mesmo sem ter muito interesse no Campeonato Brasileiro e jogando muitas vezes com times reservas e mistos, a torcida não abandonou o clube e tem a melhor média de público. Parabéns à fiel.

4 – Atlético-MG. A torcida do Atlético nunca precisou de motivos para frequentar os estádios. Agora que tem um bom e faz uma excelente campanha, então, os torcedores vão mesmo. Com as reformas no Mineirão para a Copa do Mundo, o Galo teve que mandar seus jogos para o estádio Independência. Caso pudesse mandar algumas partidas para o Gigante da Pampulha, certamente o Atlético seria o campeão da média de públicos, como já é na taxa de ocupação.

– Não estou aqui culpando os torcedores, muito pelo contrário. Mesmo o Brasil tendo mais habitantes que os países europeus e muitas das nossas cidades serem mais populosas do que algumas cidades europeias – por exemplo, Dortmund, cidade do Borússia, que tem a melhor média de público por jogo, tem apenas 580 mil habitantes – não podemos trazer a realidade europeia e compará-la com a nossa. A facilidade de acesso aos estádio é muito maior. Para um carioca chegar ao Engenhão, por exemplo, é um sacrifício.

– Não vou também entrar no mérito de que a violência afasta os torcedores do estádio. Sim, isso é verdade. Mas não representa nem metade dos motivos do afastamento do público. A violência, apesar de ser realidade, não é algo que o torcedor SEMPRE tenha que presenciar. Por exemplo, se você vai ao estádio Independência, a sujeira dos assentos está SEMPRE presente. O descaso com a faxina é uma constante em vários estádios, mais até do que as brigas entre torcidas

– Outro fator que distancia os torcedores dos estádios é o preço. Não sei de onde que tiraram que ir ao estádio deve ser uma exclusividade dos mais afortunados. Há possibilidade para todos: ricos, pobres e classe média. Usando novamente o Borussia Dortmund como exemplo. Lá, há uma parte do estádio destinada aos torcedores com menos dinheiro. Nessa parte do estádio eles ficam em pé, mas assistem aos jogos perfeitamente. Mesmo assim, há os setores vips que custam mais caro.

– Além disso tudo, há um papel importantíssimo que os clubes precisam fazer para atrair mais torcedores: transformar os jogos em grandes opções de entretenimento. Ou seja, se o torcedor comprar um ingresso, ele não precisa apenas assistir o jogo e ir embora. Esse torcedor poderia ter outra opções, como frequentar ao bar do clube, à loja, ao museu, entre outras opções. Algo comum no exterior. Qualquer mísero clube da 4ª divisão do Campeonato Inglês tem uma lojinha oficial no estádio. Aqui, no Brasil, isso é raridade.

Precisamos reformular o futebol brasileiro para parar de pagar micos como essa média de público. para mim, é inadmissível um país que se julga “o país do futebol” ter uma média tão baixa.

Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<