Coluna do Grêmio #2 – Mais do mesmo | FUTIRINHAS

Coluna do Grêmio #2 – Mais do mesmo

Por Rafael Costa 

coluna2

Confesso que eu enxergava no jogo uma grande oportunidade. Mas antes de aprofundar minha análise, vamos dissociar algumas variáveis que não mais englobam nosso meio: Muricy e Neymar. Claro que o jogo poderia ser outro com a presença deles, mas, são páginas viradas… E o ‘se’ não entra em campo nos meus textos.

Tampouco me cabe aqui criticar ou elogiar arbitragem: não sou especialista no assunto, e a polêmica que gosto de levantar geralmente está ligada ao quesito técnico, tático ou motivacional. O campeonato é muito longo, e sou crente naquela banca que paga e também recebe; hoje teu time pode estar sendo roubado, amanhã será o beneficiado. A arbitragem geralmente erra para os dois lados, salvas algumas exceções que já vimos – infelizmente – no futebol brasileiro ao longo dos anos.

Mas bueno: o jogo Santos x Grêmio na Vila Belmiro. A partida que finalmente testaria o Grêmio após a trágica eliminação da libertadores, e consequente estréia do Grêmio no Brasileirão (me perdoe os torcedores do Náutico… mas não é parâmetro algum).

Resgato aqui o título de um dos meus álbuns favoritos do Legião Urbana, que serve muito bem para exemplificar o momento do Grêmio: Mais do Mesmo.

01

E não é por acaso, senhoras e senhores, que as cores que envolvem a arte da capa são azul, preto e branco: parece uma sina que acomete e acovarda o tricolor do pampas, nos retratando em tempos nem tão antigos o que vemos repetidamente hoje. Ainda há o cinza, uma cor neutra e apática… Haja mística para tanto!

O primeiro tempo do Grêmio nos impulsionou a acreditar que a vitória sobre o Nautico seria apenas o início de um bom brasileirão, galgando os 6 pontos na tabela, desfrutando de boa qualificação que nos tranquilizaria ante a próxima partida, contra o Vitória, na Arena.

O gol de Vargas (enfim!) na bela jogada trabalhada que culminou na precisão de Zé Roberto, convocava no time os brios necessários para encurralar ainda mais o time da baixada santista em busca de um segundo, quiçá um terceiro gol.

Luxa

O que acontece nas entranhas do vestiário Gremista, então? Já não é de hoje que venho repetindo e constatando a eminente apática do time, enquanto conjunto, que se acovarda e se apequena ao balançar os barbantes movendo os números do placar.

Basta o Grêmio marcar seu gol que o time recua… Parece jogar pelo regulamento. Que regulamento?! Gol qualificado?! A culpa é de quem? Do treinador? Dos jogadores?

Complicado afirmar. Eu gostaria de poder respondê-los, mas, quem me conhece sabe que prefiro analisar sobriamente. Ao mesmo tempo que pode ser culpa do treinador… Sabemos que nem sempre os jogadores cumprem o que lhes é solicitado. Mas este é um bom assunto aos leitores nos comentários!

Time que se retranca ao fazer score, a não ser que desfrute de ampla vantagem no placar, SEMPRE vai chamar o adversário pra cima. Como diria um velho deitado chinês: “perde aquele que deseja perder”.

Para o Grêmio o empate deixa um sabor de derrota. Luxemburgo terá que trabalhar muito para nos convencer a acreditar neste time: apoiaremos, sempre, incondicionalmente, mas o time precisa funcionar. Precisa transmitir confiança e liga. E para isto tem que jogar pra frente… Porque qualidade tem.

Resgatando o que eu afirmei na minha primeira coluna: sejamos ousados! Quem não arrisca, não petisca. Quem não chora, não mama. Quem não luta, reluta.

Vamos para cima do Vitória, agora, na mística Arena – o alçapão gaudério – para retomar os trilhos conforme há de ser.

Não é um crime empatar com o Santos, um dos grandes times do futebol brasileiro, na Vila Belmiro…
… Mas considerando tudo aqui relatado, somando-se ao fato de o Santos estar no mesmo processo de reformulação que nós… Acredito que tenhamos mais time para concretizar aquilo que se viu no primeiro tempo.

Faltou liga, faltou coesão, talvez até hombridade… Sobrou pojeto.

E não tá morto quem peleia.
Da-lhe!

Dida – Foi pouco exigido, e quando precisou aparecer… Cumpriu seu papel. Ainda estou esperando ele pegar um pênalti e cumprir a fama que justificou sua contratação.  (nota 6)

Pará – É uma incógnita ainda para mim. Por mais que seja um jogador disposto e participativo, carece muito tecnicamente e por vezes me parece perdido em campo. Fez um bom primeiro tempo, só. (nota 4,5)

Bressan – Fez um bom primeiro tempo. Estou apostando no rapaz. (nota 5)

Werley – Fez um bom primeiro tempo. Perdeu algumas pelo alto para o Willian José que simplesmente não existe. No segundo tempo poderia ter contribuído mais. (nota 5)

Alex Telles – Oscilou entre altos e baixos e me ferrou no cartola, junto com o Souza. Mas gosto de seu esforço. (nota 5)

Souza – Não somente pelo pênalti – injusto ou não, mas pareceu meio desatento e caiu demais no segundo tempo, principalmente. Ainda tento entender que jeito (?) de pular é aquele. (nota 4)

Adriano – Contribuiu dentro de suas capacidades, e pelo menos não comprometeu. (nota 5)

Zé Roberto – O insuperável super zé continua mostrando pra gurizada como funciona a coisa. Foi de seus pés o passe magistral para o gol de Vargas. (nota 7,5)

Elano – Não gosto do posicionamento dele e acredito que isto o sacrifique… Por isto coloco na conta do treinador. Inibe demais o potencial criativo dele. (nota 5)

Vargas – Enfim um lampejo de vontade e oportunismo. Teve duas ou três chances; conseguiu guardar um. (nota 7)

Barcos – Outro caso que poderia render mais não fosse o dedo do treinador. Apesar dos pesares vi ele afastando alguma bola de escanteio auxiliando a marcação. (nota 6)

Biteco – Não teve tempo hábil de mostrar algo que possa valer uma nota. (sem nota)

Kleber – Não teve tempo hábil de mostrar algo que possa valer uma nota. (sem nota)

Ramiro – Entrou na vaga de Adriano e não comprometeu. (nota 5)

Vanderlei Luxemburgo – Como já mencionei no texto da coluna, não sei se o time se acovarda porque é covarde ou se é culpa do treinador. Ainda acho que Elano deveria jogar mais solto e Barcos mais fincado. No mais, fez as substituições que tinha que fazer. (nota 5)

Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<