Coluna do Sport #1 – Da vergonha para a recuperação. Da recuperação para a desilusão | FUTIRINHAS

Coluna do Sport #1 – Da vergonha para a recuperação. Da recuperação para a desilusão

Por Leandro Cavalcanti 

8907965279_d38eaa74c9_o

Saudações rubro negras leitores do Futirinhas!

Estamos aqui com a primeira de muitas colunas sobre o Sport no blog, me chamo Léo, sou pernambucano estudante de engenharia civil e torcedor do rubro negro da Ilha do Retiro doente!

 O Sport em 2013 até agora não apresentou um bom futebol, depois de uma apresentação “Sem Sal” na Copa do Nordeste, de uma participação mais amarga ainda na Copa do Brasil e um campeonato Pernambucano pra ser esquecido da memória, o time aspira à elite do futebol novamente, o início da série B foi horrível como todo o ano de 2013, uma derrota bizarra e muito chorada para o Icasa, levando a 5ª derrota do time seguida em competições, a situação era desesperadora e acabou com a saída do técnico Sergio Guedes, mas então surge uma possível solução para os problemas rubro negros, o Sport anuncia a contratação do técnico do Santa Cruz Marcelo Martelotte que vinha conseguindo fazer milagres no time do canal do arruda com poucos recursos, mas que devido ao mesmo ter no seu “grande” currículo apenas um campeonato Paulista Sub-20 e o atual campeonato Pernambucano pelo clube rival, foi criticado por boa parte da torcida, para piorar sua situação o mesmo resolve contratar o meio Camilo (cujo maior glória deve ter sido enfiar 6×2 no Palmeiras…) e depois para substituir Cicinho traz o Lateral Direito George Lucas que possui como sua principal característica passar mais tempo no DM do que em campo…

A Segunda rodada da série B foi uma grata surpresa para todos, a estreia de Marcelo foi blindada com uma vitória contra o ABC (Time chato do C@#$%!!) Esta certo que 1×0 não era o que os rubro negros queriam, mas existe algo nesse jogo contra o ABC que todo torcedor do Sport gostou de ver, a vontade de vencer do time. É visível a limitação técnica de alguns jogadores, muitos que estão no Sport não mereciam vestir o uniforme vermelho e preto do Leão, mas à medida que os jogadores se doam em campo já fazem que os torcedores se animem.

Uma certa desconfiança devido ao jogo contra o ABC rondava a ilha do retiro, será que esse time engrena? Será que Martelotte salva o Sport da humilhação? Será que Nunes consegue acertar um chute a gol?…bem perguntas muito difíceis de serem respondidas, mas algumas delas já podemos ter noção da resposta devido ao último jogo contra o Figueirense.

O Sport foi escalado com o mesmo time que ganhou do ABC, apenas com uma mudança na Lateral Esquerda devido a ausência de Reinaldo que foi para o São Paulo…bem…coitado do time paulista…mas, enfim…, o time que iniciou a partida foi:Magrão; Welton, Gabriel, Tobi e Marcelo Cordeiro; Renan Teixeira e Rithely; Lucas Lima, Marcos Aurélio e Felipe Azevedo; Nunes.

O Jogo teve início com o Figueirense sufocando o Sport, o time da casa no começo do jogo mal deixava o Sport pegar na bola, e então aos quatro minutos Maylson (Aquele mesmo que jogou no Sport… o avestruz, ruimmm que doía), da um chute de fora da área Magrão vai à bola, mas por azar a bola faz uma tabela com a trave e depois bate nas costas do Paredão rubro negro e entra, 1×0 pro figueira…, o Figueirense continuou em cima e mal deixava o Sport sair pro jogo, até que então aos 28 minutos em uma jogada do miserável do Maylson, Felipe Azevedo, que suspeito que esteja afim de entrar para o UFC empurra o jogador do time catarinense e o arbitro marca pênalti , Rafael Costa bate  no canto ,Magrão (que deveria ter tomado um banho de sal grosso antes do jogo) vai ainda nela mas não consegue alcançar, era o segundo gol do Figueirense…Naquele momento eu comecei a suspeitar que eu estava assistindo o jogo errado, e que era o time do íbis em campo. O Figueirense que não tem nada haver com a má fase do Sport continuou pressionando e quase chega no terceiro gol, o Sport no final ainda tentou mas sem assustar o adversário.

O Time estava apático todo o primeiro tempo, estava perdido, qualquer torcedor do Sport já se preparava para tomar uma sonora goleada, até que o Sport volta para o segundo tempo com uma alteração Camilo recém-contratado junto ao Mirassol no lugar de Nunes, que não deveria nem jogar no time sub 12 do Sport.

O Sport voltou parecendo outro time, os jogadores entraram com sangue nos olhos, logo aos 3 minutos Gabriel de cabeça diminui para o time rubro negro, 3 minutos depois do primeiro gol em uma cobrança de escanteio Rithelly subiu mais que todo mundo e empatou o jogo, o Sport parecia que iria massacrar o Figueirense no segundo tempo, a imagem que se tinha do jogo era de que o Sport daria uma das maiores viradas da história do clube, o time continuou pra cima, se no primeiro tempo o figueira não deixava o Sport pegar na bola, no segundo tempo era o contrario, aos 17 minutos o Sport quase vira na cobrança de falta de Marco Aurélio, a bola bateu na trava e saiu, muitas jogadas foram criadas o Sport merecia a vitória, mas a virada não aparecia, até que então Martelotte meche no time e coloca Anderson Pedra no Lugar de Renan Teixeira, uma mudança sem muito efeito no esquema tático do time, o time continuou pra cima, mas o figueirense começava a jogar também e o jogo ficou equilibrado, vendo a hipótese de levar um ponto fora de casa como sendo uma boa, o técnico rubro negro resolve tirar Marco Aurélio  e coloca Fabio Bahia e deixa o time mais defensivo, o Sport então começou a se segurar, mas em uma falha da zaga rubro negra, Wellington Saci (outro cabra safado que jogou no Sport e não fez nada) aos 40 minutos do segundo tempo cruzou para dentro da área e Rafael Costa Testou para fundo das redes de Magrão ,era o fim do jogo…

O Sport somava sua segunda derrota em três jogos na série B, o que parecia ser uma virada histórica acaba sendo um balde de água fria na torcida rubro negra e uma certeza de que Marcelo terá muito trabalho pela frente.

Avaliação Individual:

Magrão – 5,0 – Teve muito azar tanto no primeiro gol quanto no segundo, fez boas defesas durante a partida, deveria estar mais ligado na jogada do terceiro gol, mas era uma defesa difícil e o Paredão não está mais no seu auge…;

Welton – 6,0 – Jogador da base tem muito potencial é voluntarioso e disposto, mas não conseguiu fazer nem um bom papel defensivo, nem um bom papel ofensivo, apenas muita vontade e muita qualidade no passe;

Gabriel – 7,5 – Fez um bom jogo, bom papel defensivo, melhor jogador da defesa do Sport na partida, e o melhor em campo pelo Sport, mereceu o gol que fez!

Tobi – 2,0 – Foi péssimo, só jogou em cima do adversário fazendo falta, no segundo gol e no terceiro estava muito mal posicionado, merece um banco urgente e esta vaga deve ficar com Maurício.

Marcelo Cordeiro – 4,0 – Jogador sem graça, cheio de migue, já mostrou que tem muita bola pra jogar, mas até agora dentro de campo não fez nada, fora cair e xingar a mãe do arbitro.

Renan Teixeira – 4,5 – Outro jogador que nem fede nem cheira, Martelotte deveria proibir que esse cara fizesse passes maiores do que 2 m.

Rithely – 7,0 – Mostra garra e honra as cores do Sport, merece continuar no time titular, se mostrou um homem surpresa bom, deve continuar treinando finalização, pois ainda deixa a desejar nesse atributo.

Lucas Lima – 6,0 – No primeiro tempo nem parecia que estava em campo, mas no segundo tempo, mostrou muita disposição, estava sempre se doando entre o ataque e a defesa, mas faltou um pouco mais de objetividade em suas jogadas.

Marcos Aurélio – 5,5 – Outro jogador cheio de migue, é muito bom em bolas paradas e também muito bom em enfeitar jogadas, enfeita tanto que acaba fazendo besteira!

Nunes – 0,5 – Estou pensando em me tornar jogar de futebol, se Nunes conseguiu, eu também consigo! Péssimo! Não corre, não chuta, não toca, não faz nada, ruim é elogio para o mesmo…

Felipe Azevedo – 4,5 – Jogador com muita raça, mas vem em um mau momento, não consegue meter medo em zaga nenhuma, oscila muito dentro de campo. E que o mesmo não se meta mais de zagueiro, por favor…

Camilo – 6,5 – Saiu do banco o time mudou! Deu mais movimentação para o meio campo e fez com que os jogadores que estavam apagados na partida começassem a jogar;

Anderson Pedra – 7,0 – Será titular com certeza, ficará no lugar de Renan Teixeira, fez uma partida muito boa na defesa, falta apenas mais entrosamento com o resto do time;

Fábio Bahia – 3,0 – Entrou no jogo pra atrapalhar, no terceiro gol foi o maior culpado, praticamente um garçom… para os adversários!

Marcelo Martelotte – 6,0 – Entrou com o mesmo time tentando manter o dilema: “Em time que se ganha não se meche”, mas sabia que tinha peças muito fracas e outras melhores no banco, mas conseguiu dar ânimo para um monte de perrenhas começarem a jogar bola, acertou nas alterações de Camilo e Pedra, mas errou feio com Fábio Bahia, mas ainda está no começo e suas contratações ainda estão por vir, por enquanto ficaremos no aguardo por dias melhores…

Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<