Pra frente Brasil #3 – Au Revoir, France!

brasil-franca-3-x-0
Saudações povo brasileiro ! Que belo resultado nossa Seleção conquistou nesse domingo hein ? finalmente quebramos esse tabu de mais de 20 anos sem vencer uma das nossas maiores rivais a Seleção francesa.
Claro que o jogo não foi perfeito, mas esse time me da uma sensação boa que eu não via a muito tempo em jogos do Brasil. Se continuar evoluindo no ritmo que está somos grandes candidatos a grandes conquistas nos próximos anos.
O jogo em si foi muito morno no primeiro tempo, muito truncado faltou brilhantismo dos dois lados  e acabamos saindo com um 0x0 equilibrado. No segundo tempo ambos times saíram mais para o jogo e foi ai que, com a ajuda de algumas mudanças táticas muito bem feitas, o Brasil mostrou a que veio e abriu o placar com Oscar, depois do primeiro gol a França saiu pro jogo ainda mais e os espaços no ataque ficaram ainda maior permitindo uma ampliação para o ótimo resultado de 3×0 para o Brasil.
Vamos as análises individuais :
Julio César, goleiro – Muito bem e seguro no jogo, mostrando muita experiencia, me parece que realmente quer deixar pra trás os erros da ultima copa, se continuar com atuações como essa não perde a vaga de titular.
Daniel Alves, lateral esquerda – Apareceu bem em algumas ocasiões tabelando com Hulk, principalmente no primeiro tempo, mas nada brilhante, como sempre deixou espaços atrás mas menos do que de costume, foi bem no geral.
Marcelo, lateral direita – Muito bem principalmente no segundo tempo, apóia como ninguém no ataque e tem uma facilidade tremenda pra cortar pro meio e bater ou armar jogadas a lá robben, como fez no lance do pênalti. É o tipo de jogador que faz a diferença em campo e apesar de não ser tão seguro na zaga, não compromete também, principalmente se apoiado por um sistema tático favorável que permita  mais investidas ao ataque (como foi durante o segundo tempo).
Thiago Silva, zagueiro – Como sempre eficiente e seguro, foi mais exigido no primeiro tempo e apesar de não ter sido perfeito cumpriu sua função em quase todos os lances, no segundo tempo foi impecável nas poucas vezes que teve que ser.
David Luiz, zagueiro – Foi o Hulk do semana ! Como eu xinguei esse cara no primeiro tempo, meu deus ! Confunde violência com habilidade, parecia que o time da frança tinha comido a mulher do cara, encarnou o Domingos no segundo tempo… fora a excessiva violência (que felizmente cessou com o cartão amarelo) também insiste com ligações direta para o ataque, pode até ser orientação de Felipão mas ainda acho burrice. No segundo tempo foi pouco exigido e foi bem quando necessário.
Luiz Gustavo, volante – Deixou espaços na entrada na área no primeiro tempo, tem que ser corrigido. No resto foi bem, principalmente na bela roubada de bola que originou o primeiro gol brasileiro, era um momento difícil da partida e ele aparaceu muito bem, com certeza ganha pontos por isso.
Paulinho, volante – Exatamente a mesma história do jogo contra a Inglaterra. No primeiro tempo sumido, mal tocou na bola e abriu espaços na entrada da área por jogar fora de sua posição, é bizarro como novamente ele jogou um tempo inteiro só na contenção ! No segundo ganhou liberdade pra chegar a frente e inclusive roubou a bola que originou o segundo gol. Ainda não entendo se o primeiro tempo foi orientação do técnico ou falha do jogador, mas em ambos os casos tem que ser corrigido.
Oscar, meia – Um pouco apagado no primeiro tempo mas mesmo assim fez algumas boas jogadas, principalmente quando se movimentava pelos lados do campo, no segundo se apresentou muito bem para o gol e o fez como um verdadeiro matador, novamente digo que a posição de titular já é dele. É visível que esta desgastado fisicamente e quando isso for corrigido vai render ainda mais.
Hulk, atacante – Muito melhor que no ultimo jogo, porem ainda não o suficiente pra ser titular, foi bem quando fez o que sabe fazer trazer pra linha de fundo com ajuda do seu ótimo físico e cruzar, mas novamente se atrapalhava todo quando tentava uma jogada mais articulada. Jogadores como Lucas e Hernanes oferecem um leque muito maior de jogadas ao Brasil e não podem ficar no banco com Hulk em campo.
Neymar, atacante – Deu uma bela assistência no segundo gol mas foi só. perdeu muitas bolas e deu muitos passes errados, reconheço que buscou o jogo e se movimentou mas é muito pouco para o que se espera dele na Seleção.
Fred, atacante – Hoje variou um pouco e fez uma assistência em vez do gol. Perdeu umas boas chances de gol que atacantes de seu calibre não podem perder, no primeiro tempo esteve apagado, mas a culpa cai majoritariamente no resto da equipe que não fez a bola chegar nos seus pés. No segundo tempo saiu da área pra buscar o jogo, acabou se cansando mas conseguiu um passe para o gol de Oscar.
Substituições – Fernando entrou muito bem no jogo, deu liberdade para para Paulinho, Marcelo e mais tarde Hernanes chegarem ao ataque, foi muito seguro na zaga e se não fosse pela roubada de bola de Luiz Gustavo mo primeiro gol diria que merece ser titular, mas é algo a ser debatido.
Lucas – Entrou bem, deu movimentação ao time, mas pode fazer muito mais com a qualidade que tem, óbvio que mais tempo em campo é necessário para tal fim.
Jô – Entrou apagado e mal tocou na bola, sua convocação é justa dado ao seu ótimo momento no Galo, mas honestamente não gostaria de vê-lo como centro avante titular do Brasil.
Hernanes – Simplesmente não pode ficar no banco, tem uma visão de jogo única, a habilidade necessária para realizar passes e ainda demonstrou sua precisão ao finalizar no segundo gol. A única discussão aqui é se deve jogar ao lado de Paulinho com um volante de contenção atrás ou no lugar do próprio Paulinho.
Dante – Não foi exigido em momento algum mas sou da opinião que deve ser titular no lugar de David Luiz
Bernard – Teve uma ótima chance de gol mas desperdiçou, ainda o acho bom jogador mas não o colocaria como figura certa em uma convocação, nem como substituo imediato de Oscar.
Felipão, técnico – Montou o time um tanto recuado no primeiro tempo mas fez ótimas alterações que mudaram a cara do Brasil, a entrada de Fernando principalmente ajudou demais ao dar liberdade aos outros volantes e aos laterais, a França tentava sair pro jogo no segundo tempo após o primeiro gol brasileiro e acabou sofrendo um verdadeiro nó tático, foi uma retranca inteligente marcando a saída de bola e adiantando a marcação, apostando na velocidade de jogadores como Lucas e Marcelo, resultou nos dois gols que garantiram a vitória brasileira.
Como negativo ressalto a NECESSIDADE de corrigir a marcação na entrada da área ! no segundo tempo a França não teve chances ai pela sua desorganização tática mas no primeiro tempo houveram no minimo três finalizações nesse setor do campo que só não entraram por falta de pontaria dos franceses ou por habilidade de Julio César. Também não gosto de jogar sem meia armador, que foi o que ocorreu após a saída de Oscar, no entanto acredito que foi uma decisão acertada  pois a responsabilidade de criação caiu para Paulinho e Hernandes que o fizeram muito bem.

Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
E-Consulters Web Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<