Times que já foram grandes e hoje são pequenos

Via DiBico

times-que-foram-grandes

Muitos times que hoje disputam campeonatos internacionais e brigam por títulos de expressão, podem cair no esquecimento no futuro. No futebol brasileiro e internacional, já aconteceram vários casos de equipes que estiveram no topo e hoje lutam para se manterem de pé. Na lista abaixo, falaremos sobre alguns clubes brasileiros que já foram considerados grandes e hoje não são mais.

Além disso, também falaremos sobre a história da equipe inglesa Nottingham Forest, uma das equipes com a ascensão e a decadência mais rápidas que o futebol já viu.

Mas não nos limitaremos a apenas esses 4 de hoje. Faremos uma série de posts com vários times mundiais e você pode participar dando a sua sugestão.

Bangu

O Bangu Atlético Clube foi inaugurado no dia 17 de abril de 1904, mas o futebol já era jogado no bairro desde o século XIX. A primeira partida oficial do clube foi contra o Rio Cricket and Athletic Association, equipe de Niterói com origem inglesa. O alvirrubro foi goleado por 5 a 0.

O Bangu começou a mostrar suas garras no Campeonato Carioca de 1916, quando, ao lado do Botafogo, terminou a competição em segundo lugar, atrás apenas do América. Mas o primeiro ano de glória da equipe foi em 1933, quando conquistou o Campeonato Carioca de forma incontestável, vencendo o Fluminense na final por 4 a 0.

No início da década de 1950, o Bangu continuou mostrando que era um dos maiores clubes do Brasil, conquistando o Torneio Início do Rio de Janeiro, primeiro título decidido no Maracanã e, no ano seguinte, o Torneio Início Rio-São Paulo.

O título que, para muitos, é o mais importante da história do Bangu é o International Soccer League de 1960, considerado na época o Campeonato Mundial de clubes. Na competição, o alvirrubro deixou para trás equipes como o Sporting, de Portugal, Bayern de Munique, da Alemanha, Estrela Vermelha, da Sérvia, entre outros. Ademir da Guia, filho do ídolo banguense Domingos da Guia, foi eleito o melhor jogador do campeonato.

Mesmo com uma história gloriosa, o Bangu não possui títulos nacionais. Em 1985 a equipe carioca esteve muito próxima de conquistar o Campeonato Brasileiro, mas perdeu nos pênaltis a final contra o Coritiba. Até hoje, os antigos torcedores reclamam da arbitragem daquela partida.


Curiosidades

– Ao contrário do que muitos pensam, o Bangu foi a primeira equipe a escalar negros em seu elenco. Por conta disso, em 2001, a equipe recebeu da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro a honraria chamada de Medalha Tiradentes.

– Antes de acertar sua ida para o Santos, o maior jogador de todos os tempos, Pelé, acertou com o Bangu, porém, sua mãe, Dona Celeste, não aceitou que seu filho jogasse longe de São Paulo.

Guarani

O Bugre foi fundado no dia 2 de abril de 1911 e atualmente disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe da cidade de Campinas se notabilizou por ser a única do interior a conquistar o Campeonato Brasileiro. Além disso, o clube revelou vários jogadores que fizeram história no futebol, como Neto,Mauro Silva, Amoroso, Elano, Jonas, entre outros.

Em 1949, ao vencer a segunda divisão do Campeonato Paulista, a equipe garantiu vaga pela primeira vez na principal divisão do campeonato estadual. Em três oportunidades, o Bugre conquistou o Torneio Início do Campeonato Paulista, sendo eles em 1953, 1954 e 1956. Além disso, o Guarani é a equipe que mais conquistou o Campeonato Paulista do interior, levantando a taça cinco vezes, nos anos de 1944, 1949, 1972, 1973 e 1974. Logo atrás vem o XV de Piracicaba, com quatro títulos.

Após conquistar títulos de média expressão, foi a vez do Guarani conquistar o Brasil. Em 1978, a equipe bugrina, cujo os principais jogadores eramCareca e Zenon, além do treinador Carlos Alberto Silva, venceu o Palmeiras na final, e, até hoje, é a única equipe do interior a conquistar esta competição.

Ainda no final da década de 1970, o Guarani disputou pela primeira vez a Libertadores da América. Após um bom início de competição, a equipe chegou às semifinais, mas perdeu para o Olimpia, que mais tarde se tornaria o campeão da Libertadores naquele ano, derrotando o Boca Juniors na final. O bugre ainda viria a disputar a competição outras duas vezes, mas não obteve o sucesso atingido na primeira participação.

O ano de 1986 foi o início de uma série de vices da equipe de Campinas. Na final do Campeonato Brasileiro daquele ano, o Bugre perdeu para o São Paulo, numa partida muito equilibrada e decidida nos pênaltis. No ano seguinte, a equipe chegou à final novament e foi derrotado para o Sport. Em 1988, o Guarani ainda foi vice-campeão do Campeonato Paulista, perdendo a final para o Corinthians.


Curiosidades

– O Guarani Futebol Clube foi criado no dia 1º de abril de 1911, porém, para evitar gozações relacionadas ao dia da mentira, a data da fundação oficial do clube foi no dia 2 de abril daquele ano.

– O estádio do Guarani, chamado de Brinco de Ouro da Princesa, recebeu este nome por conta de uma matéria escrita pelo jornalista João Caetano Monteiro Filho, do jornal Correio Popular. Segundo ele, o projeto do estádio lembrava a imagem de um brinco, e como a cidade de Campinas é conhecida como Princesa D’Oeste, o estádio acabou recebendo este nome.

America-RJ

O America Football Club, fundado em 18 de setembro de 1904, é considerado a quinta potência do futebol carioca. Seu primeiro jogo oficial foi no dia 6 de agosto de 1905, contra o principal rival até os dias de hoje, Bangu. Ainda em processo de formação da equipe, o America foi goleado por 6 a 1. Ao longo de sua história, o Mecão acumulou títulos de expressão no futebol nacional, como o Torneio dos Campeões e sete Campeonatos Cariocas.

Nove anos após sua fundação, o America conquistou o seu primeiro título carioca e começou a ganhar o respeito entre as equipes do estado. A taça foi levantada após a equipe vencer o São Cristóvão por 1 a 0, gol marcado por Gabriel Carvalho. Neste campeonato, o jogador inglês Belfort Duarte, que defendia as cores do America, ficou marcado por admitir ao juiz um pênalti que não havia sido assinalado. Em 1945, foi criado o Prêmio Belfort Duarte, que era dado ao jogador que não recebesse nenhum cartão vermelho em 200 jogos disputados.

Após chegar perto do título carioca em 1914 e 1915, o America voltou a conquistar a competição no ano de 1916. Novamente, o título era comemorado após derrotar a equipe do São Cristóvão, também com gol de Gabriel Carvalho. Além dessas duas vezes, o America conquistou o título estadual mais cinco vezes, nos anos de 1922, 1928, 1931, 1935 e 1960.

Um dos títulos de maior expressão conquistado pelo America foi o Torneio dos Campeões, disputado no ano de 1982, que reuniu as 18 principais equipes brasileiras daquela época. A final foi disputada diante do Guarani, e vencida pela equipe carioca na prorrogação.

Em 1960, o Bangu, principal rival do America, conquistou o torneio amistoso International Soccer League. Porém, a gozação com os torcedores americanos durou pouco tempo. Dois anos depois, foi a vez do America vencer o Dukla Praga, da Republica Checa e conquistar o título internacional.

Curiosidade

 – As cores iniciais do America eram o preto e branco, sendo mudada para o vermelho e branco em 1908, por conta de um dos fundadores da equipe carioca ter saído do Atlética Mackenzie College, equipe que tinha o escudo e o uniforme das atuais cores do Mecão.

Nottingham Forest

Times que passaram por momentos gloriosos e hoje lutam para sobreviver não são exclusividades do Brasil. Na Inglaterra, o Nottingham Forest é uma prova disso. Além disso, a história do clube é uma das mais interessantes do futebol mundial.

Fundada em 1865, a equipe começou a se destacar ainda no século XIX, conquistando a Copa da Inglaterra em 1898. Porém, no século XX, o clube passou mais tempo disputando a segunda divisão do que a divisão principal, chegando a ser rebaixado para a terceira divisão no ano de 1949. Dez anos depois, a equipe teve uma pequena ascensão, quando voltou a conquistar a Copa da Inglaterra.

A década de maior gloria do clube foi em 1970, quando Brian Clough e seu assistente Peter Taylor assumiram o comando da equipe. Na temporada 1976-77, o Forest voltou à primeira divisão do Campeonato Inglês, e, surpreendendo a todos, conquistou o título da divisão principal. Porém, o feito maior ainda estava por vir. Na temporada seguinte, a equipe inglesa conquistou a Liga dos Campeões, no que seria uma das maiores ascensões já vista no futebol mundial. Na decisão, o Nottingham Forest venceu a equipe do Malmö por 1 a 0, mesmo resultado pelo qual venceu o Hamburgo, um ano depois, conquistando o bi-campeonato europeu.

A decadência do clube inglês se deu início na década de 1990, quando em 1993 a equipe voltou a ser rebaixada e Brian Clough abandonou o cargo de treinador. Frank Clark, ex jogador do Forest, assumiu o comando da equipe. Após vários anos em crise, a equipe inglesa voltou para a terceira divisão em 2004, conseguindo o acesso à segunda divisão em 2006, onde permanece até hoje.

Curiosidade

– Na temporada 1983-84, a equipe inglesa chegou à segunda-fase da Taça da UEFA, porém, na partida contra o Anderlecht, o árbitro, que havia sido subornado pelos jogadores adversários, marcou um pênalti inexistente contra a equipe do Forest. Quando o esquema foi descoberto, o árbitro já havia morrido em um acidente de carro.

Paysandu

O Paysandu Sport Club é um dos maiores clubes da região norte do Brasil, porém, atualmente, não tem muito reconhecimento no cenário nacional. Sua história é recente, tendo atingido um patamar elevado no início dos anos 2000. Por conta disso,chegou ao primeiro lugar no Ranking Mundial de Clubes em 2003, sendo considerado como a equipe que mais havia evoluído a partir do século XXI.

Fundado em 1914, o Paysandu conquistou seu primeiro campeonato estadual em 1920, competição que atualmente o clube conta com 44 conquistas. O título de maior expressão da equipe paraense foi a Copa dos Campeões de 2002, competição que definia um dos quatro representantes do Brasil na Copa Libertadores.

Em sua primeira participação em uma competição internacional, o Paysandu não fez feio, venceu quatro dos seis jogos na fase de grupos. Nas oitavas de final, enfrentou o Boca Juniors e fez o que muitos grandes clubes brasileiros nunca conseguiram fazer. Jogando em La Bombonera, o Papão surpreendeu e venceu por 1 a 0, com gol de Iarley. Porém, no jogo de volta, os argentinos, mais experientes, conseguiram reverter o placar e venceram por 4 a 2, eliminando a equipe paraense da competição.

Apesar de já ter disputado 27 vezes a divisão principal do Campeonato Brasileiro, atualmente o Paysandu está apenas na 3ª divisão.

Curiosidades

 – Em 1960, em uma turnê pelo Brasil, a equipe uruguaia do Peñarol, base da seleção celeste, estava invicta até enfrentar o Paysandu, que venceu por 3 a 0.

 – Das equipes da região norte, o Paysandu foi o único a disputar a Libertadores da América.

Juventude

Considerado a terceira potência do futebol gaúcho, o Juventude foi fundado em 1913, mas começou a se destacar no cenário nacional no final do século XX. Antes disso, a equipe ainda não havia conquistado nenhum título nacional ou estadual, porém, já era considerada a melhor do interior gaúcho. O levantou a taça do Campeonato Gaúcho do Interior em 15 oportunidades.

A ascensão do Juventude se deu início no ano de 1994, quando o clube conquistou pela primeira vez o Campeonato Brasileiro da Série B. Na decisão, o clube gaúcho enfrentou outro alviverde, o Goiás. Em ambas as partidas, o placar foi de 2 a 1, mas como os gaúchos haviam feito uma campanha melhor, levaram o título. Três anos depois, o clube conseguiu sua melhor participação na divisão principal do Brasileirão, ficando em quinto lugar. Porém, esse não foi o maior feito realizado pelo clube. Em 1998, em uma campanha impecável, conquistou pela primeira vez o Campeonato Gaúcho e de forma invicta.

O melhor estava por vir. Em 1999, o Juventude conquistou o seu primeiro título de nível nacional, quando venceu o Botafogo na final da Copa do Brasil. No primeiro jogo da decisão, jogando em casa, o alviverde venceu por 2 a 1. No jogo decisivo, com um Maracanã lotado de alvinegros, o alviverde conseguiu segurar o 0 a 0 e levantou a taça.

O descenso começou em 2007, quando após uma péssima campanha no Brasileirão voltou à Série B. O clube não conseguiu se reerguer, e atualmente disputa a Série D do Campeonato Brasileiro.

Curiosidades

 – O Juventude foi o primeiro clube de origem italiana a ser fundado no Brasil.

 – O alviverde é o único clube do interior gaúcho a disputar a Taça Libertadores da América.

Santa Cruz

Próximo de seu centenário, a equipe do Santa Cruz disputa a Série C do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o clube é considerado o segundo maior do estado de Pernambuco, atrás apenas do Sport, e à frente do Náutico, ambos disputando a divisão principal do Brasileirão.

O clube tricolor começou a ganhar visibilidade em seu estado a partir do ano de 1931, quando, pela primeira vez, conquistou o Campeonato Pernambucano, competição que hoje o clube acumula 26 títulos.

Mesmo nunca tendo conquistado um título nacional, o Santa Cruz se destacou em algumas participações no Campeonato Brasileiro. Em 1960 e 1975, conseguiu suas melhores campanhas, terminando a competição em quarto lugar. Em 1978 foi bem novamente e conseguiu a quinta colocação.

Em 2006, o tricolor voltou a disputar o Campeonato Brasileiro Série A, depois de conseguir o vice-campeonato da divisão de acesso no ano anterior. Porém, a participação do clube foi desastrosa e com sete vitórias, sete empates e 24 derrotas, o Coral terminou a competição em último lugar, e, desde então, nunca mais voltou à divisão principal do Brasileirão.

Buscando se reerguer, o Santa Cruz é o atual bi-campeão do Campeonato Pernambucano. Além disso, foi o vice-campeão do Campeonato Brasileiro Série D da temporada passada e este ano busca a vaga na Série B.

Curiosidades

 – A maior virada do futebol brasileiro foi feita pelo Santa Cruz, em 1915, quando estava perdendo 5 a 1, e virou o placar para 7 a 5.

 – O Sant Cruz foi primeiro clube nordestino a chegar às semi-finais do campeonato brasileiro

Torino

O Torino Football Club pode ser considerado um dos maiores clubes da Itália. Fundado em 1906, o clube já foi base da seleção italiana em várias oportunidades, como em 1947, em um amistoso da Azurra contra a Hungria, onde apenas o goleiro não era jogador do Torino.

Os anos de glória começaram na temporada 1927/28, quando o clube conquistou pela primeira vez o Campeonato Italiano. Porém, o título que mais chama a atenção na história da equipe é o campeonato nacional da temporada 1947/48, onde o clube bateu o recorde de número de pontos no mesmo campeonato, conquistando 65 pontos, sendo que, na época, a vitória valia dois pontos. Ao todo, o Toro, como é chamado pela torcida, conquistou sete vezes o Campeonato Italiano, além de levantar a taça da Copa da Itália outras cinco vezes.

O melhor desempenho da equipe italiana em competições internacionais foi na temporada 1991/92, quando chegou à final da Liga Europa da Uefa, sendo derrotada pelo Ajax, da Holanda.

Após uma séria de maus resultados, o clube declarou falência em 2005, mas logo se reergueu, e após disputar a Série B, voltou à elite do futebol italiano, onde está até hoje.

Curiosidades

 – Por muitos, o Torino é considerado o clube mais azarado do mundo. Na década de 1940, o Toro montou uma das melhores equipes já vista na Itália, porém, após um amistoso, o avião que levava a equipe e a comisão técnica caiu, não deixando sobreviventes.

Comentários

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
Pelada na Net
E-Consulters Web Não Intendo Tenso O Macho Alpha Testosterona Capinaremos Mentirinhas Will Tirando
Categorias
<